notícias

24
Ago

Irmãs Scalabrinianas testemunham esperança e profecia junto aos migrantes

Nos dias 15 a 18 de agosto de 2016 aconteceu o “Encontro de animação enfocando as ações apostólico-missionárias” das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo Scalabrinianas, no Instituto São Carlos, Caxias do Sul, RS.

Este encontro foi promovido pela Congregação Scalabriniana, coordenado pela Ir. Albertina Pauletti, mscs, Animadora Geral do Apostolado, em colaboração com as coordenadoras provinciais do apostolado. Em sua alocução de abertura salientou: “é importante olharmos juntos e refletir sobre a qualidade de nossas ações tendo presente as orientações do XIII Capítulo Geral, com fidelidade ao carisma e a dispostas à inerência”. 

A temática pertinente ao cenário migratório definiu os encaminhamentos do encontro. O primeiro tema discutido foi sobre Migrações Internacionais e Refúgio: desafios recentes, assessorado pela Ir. Marlene Wildner, mscs, Diretora do Centro Scalabrianiano de Estudos Migratórios (CSEM), Brasília, DF. Neste mesmo dia as participantes foram convidadas a visitar o Centro de Cuidados Nossa Senhora da Paz e o Centro de Atendimento ao Migrante em Caxias do Sul, obras que expressam a missão das Irmãs, no acompanhamento aos migrantes. 

A Pessoa do Migrante: Lugar Teológico para a Irmã MSCS foi um dos temas centrais ao longo do encontro, assessorado por Ir. Elizangela Chaves Dias, mscs, doutoranda em Teologia Bíblica. E, como último assunto desenvolvido foi referente a Novas Estratégias e Práticas no Serviço com e para os Migrantes e Refugiados, assessorado pela Dra. Inês Amaro. Entre os assuntos refletidos foram acontecendo: momentos fortes de oração, convivência e partilha de experiências vivenciais, referente às ações que as irmãs desenvolvem no Brasil, Argentina e Paraguai. 

Na tarde do dia 17, as irmãs foram agraciadas com a mensagem da Ir. Neusa de Fátima Mariano, Superiora Geral, via Skype, fortalecendo a dimensão da esperança e da unidade entre todas na missão, no mundo das migrações, agradecendo a colaboração de cada irmã, na fidelidade de sua vocação missionária. Um dos pontos que merece destaque foi o jantar e a roda de conversa com os migrantes e refugiados de diferentes nacionalidades: haitianos, senegaleses, cubanos, afegão, paquistaneses, bangaleses, uruguaios e ganeses, uma rica e diversificada experiência.

Ao término do encontro reafirmou o compromisso de cada “Irmã Scalabriniana, ser memória viva da unidade na diversidade, atuando no mundo da mobilidade humana, de preferência entre os migrantes, empenha-se no anúncio do Evangelho, revelando-lhes a ternura materna de Deus e da Igreja”. NC 112. 

Ir. Carla Frey e Ir. Nyzelle Dondé

Comunicadoras do Encontro